Versão para impressão Versão para impressão  
 

Por Leda Clemente – Voluntária do programa Mãos que Ajudam

Revisão – Ruth Melo – Diretora de Assuntos Públicos Multiestacas em Alagoas

Fotos: Pollyana Cardoso Fysh – Diretora de Mídia Multiestacas em Alagoas

 

O dia 28 de maio ficou marcado para os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias em Maceió, foi um momento para celebrar os 50 anos da Igreja em Alagoas, durante a tarde aconteceu a Casa Aberta, evento em que os visitantes conheceram as dependências da Igreja,  aprenderam sobre cada organização e tiraram as dúvidas sobre o evangelho de Jesus Cristo com os Missionários, todos foram agraciados com uma exposição de fotos, revistas, livros e imagens do início da Igreja no estado, a Igreja foi fundada em 1830 e hoje está presente em quase todos os países e há 50 anos vêm abençoando a vida de muitas famílias em Alagoas.

Na ocasião também foi comemorado os 15 anos do Mãos que Ajudam, que é o programa  mundial de auxílio humanitário d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que tem ajudado a socorrer pessoas em calamidades, com doações de sangue, de cadeiras de rodas, em asilos, orfanatos entre outros projetos humanitários, os visitantes conheceram todos os projetos realizados em Alagoas durante esses 15 anos do programa. “Foi um dia muito rico de testemunhos, contamos com  a presença de muitos visitantes e membros da sociedade civil”, disse a Diretora de Assuntos, Ruth Melo. A comemoração contou com a participação do Dom Antônio Muniz Fernandes, atual arcebispo de Maceió, do Vereador, Guilherme Soares e do representante da Prefeitura de Maceió, Alan Balbino.

O Encerramento da noite contou com discursos proferidos por alguns pioneiros da Igreja, Maria Betânia Tenório ,Nádia Fernanda Maia de Amorim  e Suely Valdez Santos Cavalcante e alguns líderes das estacas e liderança da Área Brasil. “Foi uma gloriosa experiência participar da comemoração de cinqüenta anos da Igreja em Maceió, ver a exposição histórica com fotos e participar do devocional ouvindo historias de fé dos pioneiros! Que possamos com este legado de fé exemplo e consagração avançar nesta grande causa! Nossos visitantes especiais alem de todos presentes foram edificados! O arcebispo Dom Antonio Muniz ficou animado para parcerias em projetos comunitários e também pela microfilmagem de registros! Foi tudo maravilhoso! Parabéns Maceió e gratidão A todos lideres membros e organizadores do evento”, finalizou o Élder Sérgio Antunes, dos Setenta.

O Presidente da Estaca Maceió Brasil, que é filho de uma das Pioneiras da Igreja em Maceió, Suely Valdez, disse “foi maravilhoso participar da Comemoração dos 50 anos da Igreja de Jesus Cristo dos Santo dos últimos em Alagoas, fomos abrilhantados com um maravilhoso espírito, ouvir esses pioneiros foi grandioso”.

Maria Betãnia Tenório que também é uma pioneira compartilhou de seus sentimentos “A comemoração do aniversário de 50 anos da Igreja em Alagoas me trouxe gratas lembranças, saudade de pessoas queridas e de intensa convivência, que já não estão conosco. Porém, principalmente me concedeu mais uma vez a oportunidade de avaliar o crescimento e o amadurecimento da Igreja nesta região. Éramos um núcleo tão pequeno em 1966 e hoje somos tantos. Posso afirmar que é como um milagre”.

O número de membros da Igreja hoje passa dos 15 milhões. Há centros de história da família em 153 países, os materiais da Igreja estão publicados em 188 idiomas.

Atualmente, há  existem  cerca de 32 mil membros em Alagoas, com uma missão, cinco estacas, um CA(Centro de autossuficiência) e uma sede do Instituto de Religião.

 

 

Comentários não são permitidos.